[Ensinamentos] Sobrenatural

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Ensinamentos] Sobrenatural

Mensagem por Dark Tiger em Ter Jan 20, 2015 4:53 pm


 
 
 


Sobrenatural

Bom dia/tarde/noite, Convidado, este tópico tratará de ensinamentos sobre como criar uma Fanfiction baseada em sobrenatural e misticismo. Antes que pensem, "isso não é o mesmo que terror?", lembrem-se, terror é especificamente uma história que sempre causa pavor e perturbação, ambos os temas são parecidos, mas, sobrenatural originalmente é algo fora do comum caótico e que não se vê todo dia, algo que leve uma pessoa á loucura mesmo que não cause medo. Algo literalmente bizarro. A palavra sobrenatural se origina da palavra "superbia", do latim traduzida como Orgulho e "Natura", que significa literalmente Natureza. Você notará que esse tópico ficará um pouco melhor detalhado pois é algo um pouco difícil de entender, e também notará que estaremos misturando-o com outros temas, então solte o Mp3 Player e bote This Is Halloween para reproduzir umas dez vezes enquanto lê.

Como induzir personagens

Esse vai ser um tópico interessante deste ensinamento em especial. Iremos falar de como conseguir criar uma história bizarresca colocando os personagens corretos! Comecemos pelo sabe tudo:

O Sabe Tudo E_E

Um sabe tudo é geralmente uma pessoa misteriosa que tem muito conhecimento sobre ocultismo e misticismo em geral, sendo demonológica ou mitologicamente falando. Em uma Fanfiction que aborda sobrenaturalidades em geral é necessário muitas informações sobre mitos, lendas, criaturas, demônios... Um personagem que sabe sobre tudo isso serve como uma enciclopédia para o leitor. O importante para se criar um personagem assim é fazê-lo como um chefão de algum tipo de organização ou algum mero estudante que pareça ser normal porém sempre aparece na hora H para falar o quão ferrado o protagonista está prestes a ficar em uma luta.

***

A rapier transpassou o abdômen do rapaz empanturrando o terno negro com uma mancha rubra que brilhava em tom escarlate. A loura levantou os olhos verdes chocados para o rosto do moribundo. O garoto sorria com presas bestiais á mostra. Sua mão firme mesmo depois do ataque furioso da menina agarrou a lâmina fina que imediatamente começou á rachar liberando uma pequena luz vermelha de seu interior. Apesar da imensa ferida queimada no braço direito o monstruoso garoto agarrou-a pelo pescoço levantando-a com facilidade, as rachaduras na lâmina aumentaram e ela se desfez em pedaços enferrujados de prata.
- C-como é possível? - murmurou ela lutando por ar enquanto os olhos vermelhos da criatura á encaravam cheios de diversão, morrer dolorosamente. - T-topázio... q-queima a alma...
Ela tentou libertar sua jugular da posse do garoto mas suas mãos não eram suficientes para forçar a abertura do punho cerrado daquela monstruosa criatura. passos foram ouvidos enquanto um homem se aproximava, na sua mão uma enorme cruz.
- Topázio não tem efeito se o alvo já não tiver sentido uma dor de igual ou maior valor do que uma queimadura na alma. - narrou o homem barbudo enquanto encarava o rapaz.
O garoto jogou a adolescente moribunda para o lado e cerrou seus punhos sorrindo. Rachaduras de luz vermelha surgiram no ar envolta de suas mãos e o brilho vermelho de seu olho ficou mais furioso.
- Imagino que esta ferida no seu braço direito seja uma mordida de dragão. - observou o recém chegado. - Imagino também que isto significa que você não é um demônio e sim uma criatura que uma vez foi humana... um Dragoon, um órfão adotado por um dragão.

***

O Grandão sem Cérebro o.O'

Os monstros mais perigosos são sempre os menos inteligentes. Criaturas que não pensam e deixam a raiva assumir são sempre as piores, sejam seres bestiais como lobisomens e licantropos ou até mesmo algo como o próprio Monstro do Tio Frank. Em outras palavras uma criatura que é movida por fúria e força bruta e não pensa em algo mais além da total aniquilação do que estiver em sua frente. Pode-se criar algo como o Médico e o Monstro, Hulk, Monstro de Frankenstein, A Besta de Hellsing, etc. Em outras palavras algo grande, musculoso, psicótico e mortalmente burro. O ideal para criar isso é criar um personagem que pareça uma criança gentil e solitária que apesar de tudo acaba sendo mortal irritá-la ou assustá-la. Uma verdadeira besta quando ameaçada mostra sua verdadeira natureza... Em outras palavras, uma criatura bestial aprisionada no corpo de uma mera pessoa amaldiçoada poderia servir muito bem para o papel.

***

A enorme massa de escuridão segurou o braço do garoto impedindo-o de se mover. Uma grande explosão de veneno roxo liberou -se do punho cerrado do monstro que derreteu até não sobrar nada além de carne queimada. O rapaz afastou-se com um salto. O monstro rugiu.
- Certo, Carter. - grunhiu o garoto limpando o sangue que escorria de seus lábios. - Esse bicho é completamente inofensivo... claro... agora, pernas pra que te quero...
O adolescente de cabelos negros virou-se e começou a correr. A besta corria com passos largos e pesados atrás dele e mesmo quando o garoto tentava despistar a criatura ele simplesmente esmagava os túmulos e mausoléus do cemitério em sua arrancada. Sua pele era coberta por pelos brancos e ele tinha dentes similares aos de um tubarão.O rapaz tombou com uma árvore e a sombra do enorme monstro o cobriu. Ele tentou liberar uma rajada de ácido contra o rosto da criatura mas seus venenos apenas molharam o pelo do Wendigo que rugiu feroz e tentou esmagar a cabeça do garoto contra a árvore mas o rapaz rolou para o lado deixando a besta possuída apenas atingir a madeira da árvore. O ser rugiu como se sua pele queima-se e caiu de joelhos colocando as duas mãos completamente curadas na cabeça, seus urros de dor tornaram-se gritos finos e a criatura caiu no chão na forma de uma bela garota nua... Drake fixou seu olhar nela com o rosto queimando.
- Hã, bem... - balbuciou. - Assim ela fica bem inofensiva...

***

O Psicopata Tarado 'u'

Caia entre nós, poucas são as obras que ficam boas sem ter um pouco de comédia, e um vilão sempre é bom para fazer comédia! Essa é a única dica que tenho sobre esse tipo de personagem.

***

A garota virou-se para trás quando ouviu o elogio... Levantou imediatamente sua mão em uma tentativa de acertar a face do homem com um belo tapa. Sua mão ao contrário parou á centímetros daquela... coisa. No lugar da cabeça havia uma enorme abóbora de Halloween com uma enorme língua pontiaguda que lambuzou a bocarra esculpida que crepitava com as luzes alaranjadas das chamas em seu interior. A mão era um emaranhado de raízes de árvore que pareciam rígidas e muito semelhantes á garras afiadas. na mão esquerda ele segurava uma borboleta fina e delicada que brilhava levemente em um tom roxo. A exorcista elevou sua perna em um chute mas o monstro deteu o golpe com a mão esquerda facilmente. A criatura riu.
- Isso é um desafio loirinha? - as raízes da abóbora começaram a se esticar até a saia da garota. - Então ficarei com isso...
A garota se desvencilhou com dificuldade do monstro jogando sua presilha para o alto e deixando-a cair na forma de uma espada de prata contra a raízes que foram cortadas ao meio. Foi o suficiente para forçar ás que rastejavam por sua perna á largar-lhe mas assim que as mesmas largaram se esticaram de volta e regeneraram-se grudando nas raízes emaranhadas que ainda estavam no corpo da criatura.
- Belo truque... - elogiou o monstro.
Ele levantou a mão esquerda, ainda empoleirada em seu dedo indicador havia a borboleta roxa brilhante. A garota correu pegando sua espada encravada no chão efetuando um ataque contra a criatura que ela considerara um demônio.
- Soul Crux... - urrou ela mas o monstro saltou rapidamente estendendo seus braços de raiz e arranhando a perna da garota com um talho que inclusive rasgou a saia da exorcista. O monstro saiu andando calmamente enquanto a loira caiu de joelhos com a dor da ferida.
- Seja uma boa garota gentil. - zombou ele. - Espero que os garotos se divirtam... aliás, o nome é Abyss... Jacky of the Abyss...
Ele levantou o indicador da mão esquerda e rodou a calcinha da garota na sua ponta. A exorcista observou o ferimento... que não existia, no lugar do mesmo havia apenas um tipo de tatuagem na forma de uma borboleta de asas abertas que brilhava roxa.

***

Bem povo na verdade termina por aqui! Lugares, história, esse tipo de coisa e você quem deve escolher... E não não vão ter mais tópicos neste Ensinamento. Eu sei sou folgado... Fui!

"
avatar
Dark Tiger

Mensagens : 8
Data de inscrição : 16/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum